quinta-feira, 9 de novembro de 2017

José Godoy está dodói?

Esse blogueiro não conhece o tal de José Godoy, nem sabe ao certo se são verdadeiras as alegações de que ele tenha seus interesses representados na Secretaria de Fazenda por pessoa de seu convívio íntimo e/ou familiar...

Isso pouco (ou nada) nos interessa...

Nos surpreende, no entanto, que ele tenha o desplante de publicar comentário nesse blog (ler aqui), com claro tom ameaçador...

Só posso dizer: uiii, que mêda!

Talvez sua atitude impensada tenha sido resultado do desespero de ter suas "jogadas" reveladas nesse espaço (ler aqui)...quem sabe?

Por enquanto, fica claro que acertamos em cheio...

E vai o aviso: é só o começo...

Não se preocupe o moço com possíveis processos ou notícias-crime de ameaça, não sou desses...

Estamos aqui esperando e prontos para qualquer coisa, repito: QUALQUER COISA!!! 

Afinal, esse é nosso dever de ofício, e se sou pago para proteger a sociedade, tenho que acreditar que faço parte dela, portanto...

Tenta sorte fiote, porque o azar é certo!!!

terça-feira, 31 de outubro de 2017

No meu Refis ou no seu?

Quem paga seus impostos em dia?

Bem, no Brasil e em Campos dos Goytacazes só os idiotas...

Por aqui, desde o planalto até a terra chata e lamacenta, você fica devendo impostos e depois é premiado com um super desconto...

Claro que o sonegador é, ao mesmo tempo, causa e efeito do problema, ou seja, primeiro você sonega e deixa o Erário de pires na mão, depois, para "salvar" o caixa, você diz que só paga com desconto, parcelado e com anistia das penas (multas)...

Negoção não? Esse capitalismo de estado dos nossos "liberais"...

Nossos "empreendedores" de lucro privadíssimo mas prejuízo público...

O pior de tudo é que os gestores que têm a cara de pau de propor essa indecência, ainda são, junto com amigos e apoiadores, os beneficiários dessa sacanagem...

Como é o caso da servidora conhecida como Lívia, como provamos aqui...e olha que mesmo sendo beneficiada, a moça sequer pagou o que devia...

Sem mencionar a "lei" proposta pelo prefeito, que você pode conferir aqui...

Então, se dar cheque cidadão para pobre é crime eleitoral, o que dizer dessas práticas? 

Quanto custará as cofres públicos essa mamata fiscal?

Quantos cheques cidadão poderiam ser pagos se os sonegadores fossem tratados como tais, e não com mimos e afagos?

Pois é.., no refis dos outros é refresco...



Na Campos dos Goytacazes, três coisas são certas: a morte, os impostos e as sacanagens na arrecadação...

Recebi hoje um dica, de outro colaborador, talvez motivado pelo nosso interesse sobre política tributária e os descalabros que acontecem na Secretaria Municipal de Fazenda de Campos dos Goytacazes...

Eis que o nosso prefeito mandou para apreciação dos vereadores um projeto de lei, minimamente estranho, senão inconstitucional, considerando o princípio da anualidade que incide sobre matéria tributária...

O menino do melado anda se lambuzando ou lambuzando os seus amigos, será?

Pois bem, ele mandou um projeto de lei concedendo 50% de desconto de ITBI (imposto de transmissão de bens imóveis, aquele que você paga, ou deveria pagar, quando compra/vende um imóvel)...

E o desconto vai vigorar só entre setembro e dezembro de 2017, para os fatos geradores (transmissões, como venda, compra,doação, etc) ocorridos nesse período...

No mínimo, como eu disse, estranho...

A singela justificativa do prefeito é a tal "crise", e o possível aumento de arrecadação do desconto, que em si já traz um paradoxo: como aumentar a arrecadação se cortou a metade o tributo...

O dobro de contribuintes vai contribuir? Onde está esse estudo e essa previsão?

Mas ainda que fosse, por que o limite temporal tão estreito que parece sob encomenda?

Como se trata da SecFaz eu digo: se tem rabo de porco, focinho de porco, orelha de porco, ou é porco ou é feijoada...

E qualquer uma das opções, é carga no lombo dos demais contribuintes...

Eu diria, sem medo de duvidar, que se os opositores do menino do melado quiserem, realmente, causar problemas ao rapaz, devem passar o pente fino e olhar com lupa a SecFaz...

Sugestão que estendo aos órgãos fiscalizadores, é claro, se existir ainda algum com independência para tal empreitada...o que, sinceramente e a julgar pelo passado recente, duvido...


Eis o texto dessa inusitada proposta de lei:

PROCESSO Nº 3060/2017/SEC/CMCG
PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 0166/2017


FIXA A ALÍQUOTA DO ITBI EM CARÁTER EXCEPCIONAL E TEMPORÁRIO


A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES
R E S O L V E:


Art. 1º  A alíquota do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis “Inter Vivos” – ITBI,  será de 1% (um por cento) sobre a base de cálculo apurada de acordo com os critérios definidos na Lei Complementar Municipal nº 1, de 28 setembro de 2017, aplicando-se apenas aos fatos geradores ocorridos a partir da vigência desta lei até 31 de dezembro de 2017.

Parágrafo único. Para os fatos geradores a partir de 1º de janeiro de 2018 a alíquota aplicável voltará a ser a prevista no Art. 293 da Lei Complementar Municipal n.º 1, de 28 setembro de 2017.


                       





   PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES,
26 de outubro de 2017.



RAFAEL DINIZ
- PREFEITO -







J U S T I F I C A T I V A

Colenda Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes,
Excelentíssimos Senhores Vereadores,
Com as saudações de estilo, remeto para análise e aprovação desta Colenda Câmara Legislativa, o Projeto de Lei Complementar que “Concede redução no Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis realizada Inter Vivos, por ato oneroso, no percentual de 50%, para os meses de novembro e dezembro do ano de 2017, e dá outras providências”.

Trata-se de Projeto de Lei Complementar que visa reduzir a alíquota do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis no percentual atual de 50% (cinquenta por cento), reduzindo-o dos atuais 2% (dois por cento) para a alíquota de 1% (um por cento) com incidência, somente, nos meses de novembro e dezembro do ano em curso.
 Como de conhecimento geral, o Município vive a maior crise fiscal da sua história, em razão, dentre outros, da acentuada queda de arrecadação das receitas dos royalties e participações especiais decorrentes da exploração do petróleo e gás natural.
Fato é que, referida crise acaba por potencializar os efeitos de décadas de negligência do Poder Público Municipal no que diz respeito ao aumento da arrecadação das suas receitas próprias, o que tornou o Município extremamente dependente das receitas oriundas da exploração do petróleo e gás natural.
Neste viés, o Poder Público Municipal afirma que esta medida tende a incrementar a arrecadação do referido imposto na ordem de 10% (dez por cento), se comparado aos meses anteriores.
Impende realçar, ademais, que para além do ingresso imediato de receita nos cofres públicos com a aprovação pretendida, a medida atualizará o cadastro imobiliário, circunstância que refletirá efeitos concretos em prol da Administração Pública, notadamente, quanto a secretaria de Fazenda e a Procuradoria Geral do Município proporcionando a eficientização das cobranças administrativas e judiciais do Imposto Predial e Territorial Urbano no exercício de 2018.


Dessa forma, o presente projeto busca otimizar as regras tributárias, garantindo ao Poder Público Municipal instrumentos mais eficazes e céleres de arrecadação, no sentido de mitigar o altíssimo índice de inadimplência, que no que diz respeito a determinados tributos ultrapassa o percentual de 50% (cinquenta por cento).
Assim, é de se destacar a disposição da edilidade no sentido de proporcionar aos contribuintes a opção de regularizar a situação fiscal de seus imóveis, o que contribuirá para o aumento da arrecadação.
Destarte, são essas razões que nos levaram a apresentar o presente Projeto de Lei, na certeza de que merecerá o beneplácito do Ínclito Plenário, rogando, desde já, pela célere aprovação do mesmo.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES,
26 de outubro de 2017.

RAFAEL DINIZ
- PREFEITO -



Lula é o maior político e estadista da História dessa país e um dos maiores do mundo...mas ainda é pouco para mudar esse país de merda!

Desculpem o título enorme...

Na verdade, eu queria escrever algo que representasse minha indignação, não só com os de sempre (a mídia cretina, as elites canalhas e suas mulas da classe mérdia e de pobres de direita)...

Meu desconforto é também com Lula...

Tenho sérias dúvidas se votarei nele (até ontem estava certo que não!)...

Lula representa de forma completa e acabada o imaginário popular brasileiro, e talvez por isso, seja tão atacado...Ninguém nos interpreta como ele..

Prova disso é seu imenso capital eleitoral acumulado mesmo após anos de um siege devastador...

Um permanente e diário raid de calúnias e humilhações...e ele continua quase intacto...apesar de imbecis e politólogos de plantão continuarem a sua cantilena nas latrinas editoriais, dizendo-o um dos pólos de uma polarização inexistente...

Na verdade, polarização das intenções de voto só pode ser descrita assim: em um pólo Lula, no outro pólo, todos os demais!!!!

Arf...cansa...

Vamos ao argumento principal:

Lula sabe como ninguém a alma brasileira, e isso é que me deixa acabrunhado...

Lula sabe que no fundo, bem lá no fundo, a maioria esmagadora dos brasileiros quer ser um tipo de Estados Unidos do Bem...

Mas como assim?

Brasileiros, na sua maioria, querem todos os benefícios do american way of life sem ter que lutar entre si, como eles fizeram na Secessão, sem patrocinar e sangrar em várias guerras, e claro, sendo "amiguinho" dos vizinhos e parceiros geopolíticos...

Imaginamos um capitalismo bem sucedido sem incluir minimamente negros e pobres como mercado consumidor...

Assim como sonhamos com Democracia sem estruturamos um sistema judiciário-policial que tenha, ainda que superficialmente, uma aparência de Estado de Direito...

Isso é impossível!!!!!

Seguimos por aqui nos dizendo pacíficos e matando gente preta às toneladas...e quando escapam das execuções extra-judiciais-policiais, são amontoados em masmorras medievais, sentenciados pelo direito penal do inimigo...


Lula também conhece nossas elites como ninguém...

Sabe o que eles querem...e eles só querem grana, não importando se para isso tenham que entregar qualquer sombra de projeto nacional...

Lula sabe que nossas elites gostariam de ser comparadas com seus pares europeus e/ou estadunidenses, sem nunca terem feito nada para herdar tal sofisticação (no caso europeu) ou filantropia (no caso dos EUA)...

Lá na Europa eles sangraram também para impor algum tipo de Iluminismo e Racionalismo, enfrentaram fogueiras e construíram universidades quase milenares, e as mantêm como santuários intactos...

Nos EUA é comum que mega-bilionários entendam, mesmo que no fim de suas vidas de opulência e exploração do outro, que vale a pena reinvestir parte dos lucros para dar um mínima chance de mobilidade social, que no fim das contas, servirá como base social de apoio para a própria ideia de competição (ainda que falsa ou meramente simbólica)...

Aqui é só rico parasita!!!!

Mesmo na II Guerra, sendo Hitler um zérruela de baixa patente e vindo das classes pobres austríacas, seu sentido de cultura o fez preservar Paris...

Aqui temos uma elite tacanha e incapaz de formular um conceito intelectual digno desse nome...

Não temos uma elite para invejar...só vemos neles a soberba que o dinheiro traz...

Na primeira chance que têm, atacam museus e universidades...


Porém, com tudo isso, com todo esse enorme conhecimento empírico sobre nossas elites e nosso povo, Lula ainda deseja se candidatar à Presidência, mesmo sabendo que irá para o mesmo lugar onde estava antes, ainda que dialeticamente seja diferente...

Ficará refém dessas impossibilidades...

Um povo que quer conforto do Estado sem construir uma res publicae, e uma elite que quer lucro sem esforço...

Lula deveria estar percorrendo esse país como fez Luis Carlos Prestes na década de 20-30 do século passado...

Infelizmente, Lula preferiu ser o cavaleiro da desesperança...

Lula é muito para nós, mas não é tudo que precisamos!




segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Campos dos Goytacazes: de novo a Secretaria de Fazenda!

O blog recebeu uma mensagem eletrônica ("e-mail") com alguns questionamentos sobre a atuação de SecFaz de Campos dos Goytacazes e de determinados assessores diretos do prefeito naquele órgão...

Pois bem, em relação a supostas irregularidades da licitação da empresa que irá fornecer o programa de gestão tributária, que antes estava previsto na licitação IMPUGNADA de número 020/2017, vamos nos aprofundarmos para evitar o cometimento de injustiças...

Mas a outra informação não pode passar batida...

É que o nosso atento colaborador nos revelou que uma funcionária de nome Lívia esteve, recentemente, em programas de rádio para divulgar o REFIS municipal, e angariar adesões...

Pois bem...

O nosso leitor nos enviou um extrato de débitos de impostos, cuja co-titular seria a funcionária que pediu pelo rádio a adesão dos contribuintes devedores...

Ok...ok, ok...

O que você poderá perceber não infere que a servidora-assessora do prefeito esteja cometendo algum crime, nada disso...pelo menos, em tese não!

O problema aqui é moral...

Como pedir aos outros para cumprir o que descumpre?


Veja que a moça está descumprindo suas obrigações no próprio REFIS que ela pede adesão!!!!

Sem falar na incoerência ética de se beneficiar de uma renegociação fiscal onde ela é, ao mesmo tempo, "cobradora e devedora"...


Afinal, com esses programas de renúncia fiscal disfarçados de "REFIS", fica sempre a noção de que dever suas obrigações tributárias (impostos) e ajudar a colocar o Erário em situação de penúria é sempre um bom negócio, porque depois é só pagar os impostos sem multa, juros e em suaves parcelas...


Veja aí a imagem que nos foi enviada:

Em suma:

Façam o que a moça fala, mas não façam o que ela faz na SecFaz!


Caso CEJOPA x DEGASE...É preciso reeducar o adolescente! Desde que seja bem longe de nós...

A mais nova (falsa) polêmica que inunda as redes sociais de habitantes da terra chata e de lama é a decisão do (des) governo estadual de utilizar parte (ociosa?) de um colégio estadual para abrigar uma unidade de ação sócio-educativa de adolescentes infratores...

Seria cômico, senão fosse trágico...

Claro que ninguém imagina que tal medida seja adotada à revelia da segurança de professores e alunos...

No entanto, se for superada essa preocupação, fica a pergunta aos idiotas que têm se manifestado no feicebuquistão?

O que fazer com infratores? Deportá-los para um plataforma de petróleo desativada?

Pena de morte?

Pois bem, eu fico a pensar em toda essa lenga-lenga que inunda o perfil desses hipócritas, falando se (re)inserção, recuperação e de que a Educação é a panaceia de todos os males...

Uai, como assim?

A ESCOLA não é o "remédio" mais apropriado a crianças e adolescentes em situação de risco social?????

Se ao menor sinal de contato com pessoas que precisam desses valores, a comunidade escolar manifesta-se pela exclusão, como acreditar em tamanha hipocrisia?


Que tipo de princípios estão sendo ensinados nessa merda de escola chamada CEJOPA?


O que tem na cabeça desses fascistas que revindicam a função de "educadores"?


Como se não fosse suficiente a histeria coletiva em torno do assunto, choca o populismo de certos tipos, como o primeiro filho do casal da lapa, que tem se esforçado (sem sucesso) a mostrar algum verniz de "mudernidade"...

Ler o rapaz e a mídia cretina local só reforça a ideia de que são lados de uma mesma moeda...



Os cretinos de sempre: a mídia e suas meias-verdades!!!

Imagine que as pesquisas intenções de voto para a corrida presidencial revelassem posições invertidas, ou seja, Lula com 13% e o bolsobosta com 35%...

Você acha que leria algo assim: bolsobosta e Lula lideram pesquisa...?

Óbvio que não, com certeza o que estaria expresso em alguma manchete de alguma latrina editorial, desde o planalto até a terra chata e lamacenta, seria:

bolsobosta disparado na frente, Lula bem atrás em segundo!!!!

Pois é...

E não é que os canalhas de lá e daqui tentam a todo custo inventar uma "polarização"...

Como imaginar algo polarizado entre um candidato que tem mais que o dobro (QUASE O TRIPLO!!!) das intenções do segundo colocado?

Não dá, né...

Tem outro detalhe: Lula tem sido vítima da mais sórdida e difamadora campanha desde 2006...Ainda assim, seu capital político não arrefece...


Mas qual o objetivo de tentar equiparar o enorme capital político de Lula e o recall residual de um gorila que só é lembrado por sua bizarrice?

Na verdade, não existe um objetivo único...

A tese "da polarização" busca manter o espaço aberto para alguma solução "mediadora", que "chame" o eleitor a ultrapassar a "polarização"...

O outro, é mais simples, ou seja, permitir que, na ausência de um nome mais suave a casa grande, o bolsobosta consiga se firmar como anti-Lula...

Diga-se:

Esse cinismo de merda não é prerrogativa apenas daqueles instalados no lado das elites, sejam os donos do capital propriamente ditos, sejam seus lacaios, que vão desde acadêmicos ressentidos até porcalistas de coleira...

Há gente que reivindica ser do campo progressista abrindo espaço para "uma solução" que supere da tal "polarização"...

No fim, a atual conjuntura na qual nos encontramos dissolveu boa parte do bom senso nas hostes da esquerda...


É muito descaramento...

Eu deixei de acreditar na via eleitoral faz tempo, e para mim, eleger Lula de nada resolverá nossos problemas, é fato...

Simplesmente porque, um governo de esquerda só seria capaz de impor a agenda consagrada nas urnas (PELO POVO!) caso baixasse, dentre outros tão urgentes como, um decreto extremo:

O FIM DAS CONCESSÕES ATUAIS DA MÍDIA EMPRESARIAL E TOTAL REMODELAÇÃO DA LEGISLAÇÃO QUE TRATA DA IMPRENSA!

A assimetria entre os dispositivos e ferramentas disponíveis aos partidos e a mídia (essa totalmente livre e não fiscalizada, embora faça política partidária) é  CAUSA DE BOA PARTE DOS CONFLITOS E ENCRUZILHADAS INSTITUCIONAIS nais quais estamos atolados desde o GOLPE DE 2016...

Depois de pronto esse texto, percebi que o Professor Roberto Moraes havia escrito algo similar, mas com a elegância e luvas de pelicas que lhes são habituais...

Leia aqui, e escolha o estilo de seu agrado...

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

paulo feijó e a ditadura dos tribunais...

Esse blog sempre se posicionou pela presunção de não-culpabilidade, ou seja, os efeitos da pena só para trânsito em julgado,salvo as raríssimas exceções cautelares ( Lei 7960 e 312 do CPP)...

No entanto, desde que se instalou nesse país a república de curitiba, regime juristocrático, com suas franquias espalhadas em diversas comarcas do país, a aplicação seletiva das prisões ganhou novos contornos...

Se antes só pretos, pobres, policiais e outros menos afortunados eram punidos antes da pena, agora entraram para essa categoria alguns partidos e seus políticos...

Um caso exemplar que presenciei bem de perto...

Há uns cinco meses, senão muito, um colega aqui da Delegacia de Polícia na qual trabalho, a 73ª DP, foi preso preventivamente...

Sequer tinha sido ouvido em qualquer procedimento, bastou a condição de policial para configurar que ele ameaçaria a ordem pública e/ou a instrução criminal/aplicação da lei penal (artigo 213 do CPP)...

Pois bem, eis que semana passada todos nós fomos surpreendidos com o colega se (re) apresentando na 73ª DP para reassumir suas funções...

Pasmem: foi absolvido, a pedido do próprio mp que antes opinara pela sua prisão preventiva, haja vista que inexistia qualquer prova ou indício justificasse sua presença no processo o qual esteve vinculado...

Amargou alguns meses de cana dura, passou vergonha, humilhação e execração pública, com o alarde da mídia de esgoto...

A quem ele deve reclamar agora? Ao bispo?

Então...enquanto isso, um deputado condenado por desviar dinheiro de emendas, com pena de 12 anos, segue no cargo...negociando as mesmas emendas...

Claro que nem no caso do colega policial ou no caso do deputado a medida de confinamento antes de um sentença definitiva se justifica...

Mas o que salta aos olhos é a total desproporção de critérios...

Para os que acreditam ser esse um caso excepcional, um caso isolado, sinto muito informar-lhes que é regra!!!! 


Ou seja, nesses tempos de obscurantismo togado, ser inocente é um perigo...e o crime compensa sim, para alguns!

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

As narrativas circulares da violência...

Resultado de imagem para imagem de crianças passando ao lado de corpos na rocinha
Uma imagem "pornográfica"?


Não sei de podemos reivindicar a criação do conceito de "narrativa circular"...

Certamente alguém já falou do tema...

Por narrativa circular consideramos o fenômeno pelo qual certas instâncias (como a mídia comercial) apresentam um discurso partido sobre uma parte de um grande problema, cobrando soluções ou inferindo ser partidária de um debate para construir tais soluções, denunciando abusos ou erros quando convém, quando ela mesma (a própria instância, nesse caso a mídia) é um dos vértices, ou melhor, um dos motores que propulsionam o próprio problema que dizem querer combater...

É o caso da violência urbana, do crime, do combate ao crime e das questões de segurança pública...

Se pudéssemos criar uma imagem para o conceito, seria algo assim: a mídia fabrica o gelo, diz que é possível que o enxuguemos e depois, diante da impossibilidade, reclama da temperatura ou da propriedade física da liquefação...

A bola da vez é a morte da espanhola na Rocinha...

Claro que não vou cair na armadilha de culpar a vítima, mas fica a pergunta: quem vai a um safári e chega pertinho do leão espera o que, senão a sensação de perigo?

Que tipo de sadismo pseudo-antropológico leva pessoas a fazer turismo da miséria ou miséria do turismo, sei lá? Pois bem...

Cansativo falar mais uma vez: mais grave que a morte da turista espanhola são as dezenas de milhares de mortes de pretos, pobres e policiais (e vá lá, 'tá bem, alguns pouquíssimos brancos ricos também) nessa guerra insana contra o chamado tráfico de drogas...

A seletividade da mídia parece nos dizer que uma espanhola sacrificada talvez mereça mais atenção que nossos favelados...

Não há o que possamos nos queixar...afinal, a população do Rio de Janeiro e do Brasil, em sua maioria e como um todo elegeu e elege gestores públicos de várias matizes ideológicas, desde que todos estejam comprometidos com o prosseguimento desse banho de sangue...

Candidatos que não rezem na cartilha "tiro, porrada e bomba" (ou bandido bom é bandido morto) não têm qualquer chance...ai de quem ousar abrir um debate racional sobre o tema...incluídos aí, para minha tristeza, todos os partidos de esquerda ou chamados progressistas...

Aliás, haja vista o que tem acontecido em museus ao redor do país, racionalidade já foi embora dessa merda de país faz tempo...

Os mesmos que se apavoram com crianças perto de homens nus, mostram total indiferença a crianças passando por cima de corpos...

E segue o Estado como "agente regulador" do mercado internacional de drogas...

Cada vez que há uma intervenção militarizada nas favelas, o mercado de drogas de varejo altera suas configurações, há um esforço logístico para aumento de produção e recebimento de insumos (drogas e armas), bem como alteram-se as frágeis cadeias produtivas e suas hierarquias caóticas (as chamadas "firmas")...

No entanto, a estrutura e os fluxos permanecem intactos, e pela razão óbvia: quem manda e desmanda nesse lucrativo negócio não está e nunca esteve em uma favela...

Cansativo lembrar o helipóptero do mineiro perrela...ou a liberdade relâmpago do filho da juíza...pobre rapaz...pobre senador...vítimas da histeria e maledicência virtual das redes sociais...

Arf...cansa!

A guerra cansa...

Porém a população brasileira e especificamente a do RJ não podem se queixar...

Mortes de civis, descontrole dos combatentes e "erros de alvos", recrudescimento da violência, etc, tudo isso é resultado da....GUERRA...

O PM fez uma cagada? Óbvio...


Mas quem reagiria diferente, imerso em um ambiente hostil, com informações ruins, bombardeio da mídia e histeria coletiva gritando GUERRA, GUERRA, GUERRA?

Talvez o milagre seja que os "erros", como o que aconteceu na Rocinha, aconteçam aos poucos...

Talvez não sejam, de verdade, "erros"...

As mortes de "suspeitos", população e policiais são o preço que o Estado paga, junto com a enorme montanha de recursos públicos gastos na compra de armas e outros equipamentos, tudo isso para "comprar" drogas dos traficantes, nas chamadas "apreensões de drogas"...

Mais ou menos como se faz no mercado agrícola, quando o governo adquire estoque para regular demanda e oferta...

A questão é que essas aquisições governamentais além de terem um preço impagável de vidas, não serve para nada...e quem realmente lucra, continua se banhando em sangue dos idiotas que se oferecem em sacrifício no altar da hipocrisia, votando em governos que declaram uma guerra que nunca será vencida!

Tudo isso, cansa!









terça-feira, 24 de outubro de 2017

Mundo Livre S.A. - Meu Esquema







Meu esquema.



Ela é meu treino de futebol
Ela é meu domingão de sol
Ela é meu esquema

Ela é meu concerto de rock'roll
Nação, minha torcida gritando gol
Minha Ipanema

Ela é meu curso de anatomia
Ela é meu retiro espiritual
Ela é minha história

Ela é meu desfile internacional
Ela é meu bloco de carnaval
Minha evolução...

Galega
Tento descrever o que é estar com você

Princesa
Todos vão saber que eu estou muito bem com você

Ela é minha ilha da Fantasia
A mais avançada das terapias
Meu Playcenter

Ela é minha pista alucinada
A mais concorrida das baladas
Meu inferninho

Ela é meu esporte radical
Poderosa, viciante, mas não faz mal
Meu docinho

Ela é o que meu médico receitou
Rivaldo Maravilha mandando um gol
Minha chapação...

Galega
Nem dá pra dizer o que é estar com você

Princesa
Todo mundo vê que eu sou mais...

Suicidal Tendencies - You Can't Bring Me Down





Para sacudir o esqueleto:



You can't bring me down
[Mike Muir/Rocky George]

What the hell's going on around here?

First off-let's take it from the start
Straight out-can't change what's in my heart
No one-can tear my beliefs apart, you can't bring me

You ain't-never seen no one like me
Prevail-regardless what the cost might be
Power-flows inside of me, you can't bring me

Never-fall as long as I try
Refuse-to be a part of your lie
Even-if it means I die, you can't bring me

You...can't...bring...me...down!

Who the hell you calling crazy? 
You wouldn't know what crazy was
If Charles Manson was eating fruit loops on your front porch....

Time out-let's get something clear
I speak- more truth than you want to hear
Scapegoat- to cover up your fear, 
you can't bring me

You ain't-never seen so much might
Fight for-what I know is right
What up- you got yourself a fight, 
you can't bring me

Stand up-we'll all sing along
Together- ain't nothin' as strong
Won't quit-we ain't in the wrong, 
you can't bring me

You...can't...bring...me...down!

Bring me down
you can't bring me down!
Bring me down
you can't bring me down, no!
Bring me down
you can't bring me down!
Bring me down-
you can't bring me down, 
you can't bring me down!

Tell them what's up Rocky!

(Rocky George's guitar solo)

You...can't...bring...me...down!

Bring me down
you can't bring me down!
Bring me down
you can't bring me down, no!
Bring me down
you can't bring me down!
Bring me down
you can't bring me down
you can't bring me down!

So why you trying to bring me?
Well you can't bring me down...No, no, no, no
Can't bring me down....No, no, no, no, no, no
Can't bring me down....No, no, no, no, no, no
Can't bring me down....No, no, no, no, no, no
So why you trying to bring?
Well you can't bring me down

Just cause you don't understand what's going on
don't mean it don't make no sense
And just cause you don't like it, 
don't mean it ain't no good
And let me tell you something;

Before you go taking a walk in my world
You better take a look at the real world
Cause this ain't no Mister Roger's Neighborhood

Can you say "feel like shit"?
Yeah, maybe sometimes I do feel like shit
I ain't happy 'bout it, 
but I'd rather feel like shit 
than be full of shit!

And if I offended you, oh I'm sorry...
But maybe you need to be offended
But here's my apology and one more thing...
fuck you!

Cos you...can't...bring...me...down!

Bring me down-you can't bring me down!
Bring me down-you can't bring me down, no!
Bring me down-you can't bring me down!
Bring me down-you can't bring me down!
Bring me down-you can't bring me down, no!
Bring me down-you can't bring me down, no!
Bring me down-you can't bring me down, 
you can't bring me down!

Can't bring me down!
Can't bring me down!
Can't bring me down!

Suicidal!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

rafael e a pelegagem do sepe: um caso vergonhoso!!!

No movimento reivindicatório dos servidores, esse blog recebeu inúmeras informações que o sepe só apareceu ora para confundir e atrasar a pauta, ora para tentar capitalizar politicamente...

Não duvido...

Agora, o sepe anuncia que está em negociação com o prefeito para elaborar o que seria o projeto de lei para instalar a eleição direta para administradores (as) das escolas da rede municipal...


Eu não acompanho muito de perto a atuação do sepe ultimamente...não tenho estômago...

Mas fica evidente que o sepe virou correia de transmissão da atual administração...

Não vi, nem li (porém pode ter acontecido) nenhuma assembleia ou reunião do sepe com sua base para debater o importante tema...

Assim como espanta que esse tema não mereça audiências públicas...

Aliás, em tempos pretéritos recentes, as "cumadres" do sepe faziam audiência pública até para irem ao banheiro...

Pois bem, e agora?

Aguardem o "monstrengo" que sairá do cruzamento de rafael e sepe...

rafael e os médicos: só a cabecinha...

A decisão dos médicos sobre o andamento de suas reivindicações é um primor...de covardia...

Primeiro porque negociam a lutam em separado, o que já denotam que se consideram diferentes ou melhores que seu pares, os servidores públicos...

Como se sabe, os médicos da cidade decidiram encaminhar seus pleitos em paralelo aos demais funcionários...

Agora, os médicos dizem ao prefeito que entrarão em estado de alerta, atenção ou seja lá o raio que os partam...

Algo como: vamos colocar só a cabecinha...


O que temem os médicos?

Então a causa é justa ou não é?

E se a causa é justa, esperam o quê? 

O atual governo já cagou na cabeça deles (como na de todos os demais servidores) e ainda assim estão com medo de deflagrar a greve?

Um dos mais letais vírus que se tem notícia é a covardia...

Sobre écinho das alterosas...

A decisão do stf, ratificada ontem em decisão do Plenário da Casa Alta, em acordo "deixa-disso", é correta...

Vou fazer um reparo a tese que defendi antes...

Quando do afastamento do senador pelo stf, com a adoção das medidas cautelares (recolhimento do passaporte e confinamento noturno), eu escrevi dizendo que apenas o afastamento deveria ser suspenso, e as demais medidas cautelares poderiam ser aplicadas...

Pois bem, lendo o voto do Marco Aurélio, entendi que a suspensão dos efeitos cautelares deveria ser total...ou seja, não cabe ao stf impor medidas cautelares a senador (ou deputado), sem antes submeter esse decreto a aprovação da casa parlamentar onde o atingido pelas medidas cumpre seu mandato...

Tudo isso porque as medidas cautelares trazem embutidas uma condicionante, quer dizer, se forem descumpridas deverão ser convertidas em prisão...

E se a CRFB veda a prisão de parlamentar, salvo as exceções descritas, sendo certo que mesmo na prisão em flagrante deverá a casa parlamentar confirmar a segregação, não tem sentido permitir que o stf adote medidas cautelares que poderão resultar em prisão (caso descumpridas), quando a cautelar de maior relevo, justamente a prisão, não pode ser decretada à revelia da confirmação dos pares do investigado/réu...

O problema disso tudo não é o teor da decisão...

Mas a certeza que temos que esse apego à constitucionalidade só aconteceu porque se trava do réu em específico, um senador tucano golpista e aliado a outros golpistas...

E aí a coisa fica estranha, porque defender a constitucionalidade, nesse caso, parece defender a sacanagem...e de certa forma, é...

Esse é o ambiente que conseguiram instalar no país, os canalhas da mídia e a quadrilha de golpistas e empresários que tomaram o país, tudo com as bençãos do judiciário e do parquet...

A legalidade, a defesa dos direitos e garantias constitucionais, o respeito e equilíbrio entre os poderes, tudo isso se tornou mero adereço para levar a cabo o maior roubo institucionalizado que se tem notícia em nossa triste história...




terça-feira, 17 de outubro de 2017

Olhai pr'o céu rafael...


Resultado de imagem para olhai pro ceu frederico


Campos dos Goytacazes é uma cidade sui generis...

É a única cidade do país, que eu saiba, que tem a sede administrativa central da sua prefeitura localizada em uma rua cujo nome é um personagem fictício...

Para quem não sabe, Coronel Ponciano de Azeredo Furtado é aquela figura principal do livro de Zé Cândido de Carvalho, o Coronel e o Lobisomem, que virou adaptação cinematográfica, com Diogo Vilela no papel principal e Selton Mello como antagonista, e Ana Paula Arósio como a bela disputada por ambos...

Ou seja, em Campos dos Goytacazes, a rua da prefeitura é uma "rua de mentira"...ou seria "da mentira"?

Aqui essa diferença inexiste...

Para sermos fieis a lembrança de Zé Cândido, fico a imaginar o que ele escreveria, se vivo estivesse, e se assim fosse de seu querer, acerca do prefeito atual de Campos dos Goytacazes...

Impossível não associar o atual prefeito ao personagem Frederico, da sua obra Olhai para o céu, Frederico...

Vejam só aí abaixo um comentário de um blog que achei na rede mundial de computadores...

Incrível como a trama reflete que pouca coisa ou nada mudou em relação às nossas classes chamadas proprietárias, cujos hábitos e trejeitos parasitários se perpetuam como tradição de família...e que hoje se fazem representar na cadeira de alcaide dessa terra chata...



"(...)Eduardo, nosso narrador, um menino órfão, vai morar com o tio Frederico e nunca chega a entender o velho.  Não percebe como o tio era uma raposa velha, sempre comendo  beiradas, parecendo um cordeirinho, mas que na  hora H, dava o bote certeiro arrancando tudo do vizinho, do parente mais próximo, de quem fosse mais fraco,  mesmo sem o saber.  Frederico era um estrategista, com homem com olho grande, matreiro, conhecedor das fraquezas humanas. 
Tendo passado os primeiros anos de sua vida na família de outro tio, Eduardo, chega à casa de Frederico cheio de orgulho por seus antepassados, nobreza brasileira, dona de terras e de gente.  Depois de quase quinze anos no engenho São Martinho, com Frederico, ele recebe uma vistosa herança quando o tio morre.  Mas Eduardo mostra que todo o tempo passado nessa usina de açúcar, pouco o atingiu.  Só mesmo o aprendizado de sem-vergonhice vingou.  No mais, ele que parece aberto à modernidade, às máquinas para melhor aproveitamento da cana de açúcar, mas logo, logo, mostra que em seu íntimo ainda vive de um esplendor imaginado da época de seus antepassados e espalha arrogância e desprezo pelos outros.
E assim vai o romance, com a prosa descontraída das conversas de varanda, com ritmo próprio que acompanha um enrolar de cigarro de palha, ou se cala para ouvir os primeiros grilos de um início de noite.  Mas, por trás desta ingenuidade quase caipira, há uma forte crítica à sociedade dos usineiros, dos donos das terras, dos decadentes baronatos, gente com mentalidade de estupradores da terra, piratas permissionários pela monarquia, (...)Este grupo de irresponsáveis, mal letrados, preferiu continuar com a exploração nos moldes escravagistas, em que todos de quem dependia cresciam abandonados, sem recursos financeiros ou intelectuais, fadados a perpetuar a pobreza no campo por gerações e gerações futuras.(...)"