quarta-feira, 10 de maio de 2017

Na terra dos filhotes da cachorra de guarus: a egotrip e A Falecida!

A UENF está morta!

Não fisicamente, ainda...Mas em seu valor mais importante: sua dignidade...

Além de se permitir ser usada institucionalmente pela latrina editorial da cidade (que busca desesperadamente algum tipo de legitimidade), em uma estranha simbiose entre a vítima e aqueles que concorreram politicamente  para que ela chegasse aonde está, a UENF agora serve de muleta para a egotrip do prefeito-morcego...

Não por acaso, a latrina editorial apoiou os assassinos da UENF como porta-vozes do modelo de gestão de cabral/pezão e seu regime de ceva dos porcos empresários que comeram no coxo do Erário...

Não por acaso, o prefeito-morcego fez campanha eleitoral abraçado com pezão e cabral...

Ou seja, como no poema de Drumond, fulano que ama fulano que ama fulano que não ama ninguém...

Uai, como pode a UENF agora celebrar algum acordo com a Prefeitura local?

Justamente o representante. herdeiro político do grupo que destruiu esse Estado?

Cadê a coerência dessa merda?

Que o prefeito-morcego acene com essa descarada instrumentalização do sofrimento dos servidores e da UENF com essa patacoada sem sentido, vá lá...é só isso mesmo que resta a ela, diante de tanta inépcia...

Mas professores doutores, pessoas estudadas e com enorme bagagem intelectual cairem em uma esparrela dessas é desanimador...

É como se estivéssemos bem próximos de constatar: estudar emburrece!


Bem, se não bastassem tais incongruências políticas, restam as de natureza prática...

Convênio é definido (mais ou menos) como reunião de desígnios para realização de propósitos administrativos que os entes sozinhos não podem fazer separados (uma espécie de sociedade), cabendo a cada um uma prestação com contrapartida correspondente, fica a pergunta:

O que a Prefeitura, que está quebrada por "herança maldita" (como conta a lenda), dará a UENF?

Uai, a gente só pode "ajudar" o vizinho quando está sobrando em casa, ou não?

Nenhum comentário: