quinta-feira, 13 de julho de 2017

Campos dos Goytacazes é a prova de que, se deus existe, ele não tem remorso...

Bem, parece que ficou clara a total incompetência dos atuais governantes de Campos dos Goytacazes para encontrar saídas factíveis para os problemas de financiamento da cidade...

De um lado, seu corpo jurídico, bem como seu séquito de palpiteiros, sequer sabe a diferença entre vender um direito e tomar um empréstimo...e o diabo mora nesse detalhe crucial...já escrevemos ad nauseam sobre o tema, aqui e aqui...

Por outro lado, falta coragem para redistribuir o sacrifício a toda sociedade, e não só a parte mais pobre dela, reformando a estrutura tributária local de modo a torná-la progressiva (quem pode mais, paga mais, em proporção e não em termos absolutos, vejam bem!!!)

Dito isso,é preciso lembrar uma coisinha:

O que os patetas da lapa deixaram é sim, uma "bomba suja" (na linguagem policial antiterror, um artefato atômico que pode ser detonado com dispositivos mais rudimentares)...

Mas o truque do napoleão da lapa não foi um acidente, ou uma escolha inevitável, como ele gosta de pregar...

Apesar de reconhecermos certo apreço pelos programas sociais e atendimento às classes mais humildes, a dinastia da lapa também manteve intocada a estrutura tributária que privilegiou ricos e sobrecarregou os pobres e a própria Prefeitura...

Nem vamos citar o desperdício criminoso de 20 anos, praticado tanto pelo grupo da lapa, como pelos seus dissidentes...

Há outros fatores graves...

Parte do rombo da Prefeitura reside nas operações escusas e sombrias com o PreviCampos, tal e qual aconteceu no RioPrevi de cabral e sua quadrilha (ver relatório do TCE/RJ sobre o tema)...

Com a mediação de banqueiros falidos (um tal de "índio") e com "tecnologia" importada pelo então secretário de fazenda, vindo de Campinas corrido justamente por responder por lá por essas transações de securitização e facilitação de acesso aos ativos de fundos de pensão públicos municipais junto a corretoras paulistas, fez-se boa parte do rombo que arrasou o fluxo de caixa de Campos dos Goytacazes...

Vou repetir: o ataque predatório das corretoras de valores sobre fundos de pensão de servidores públicos estaduais e municipais se deu pelo país inteiro...

Se houvesse vontade política dos gestores e coragem de autoridades, tais crimes deveriam ser revistos antes de quaisquer medidas de arrocho contra os trabalhadores desses entes públicos...

Em Campos dos Goytacazes, uma parcela do rombo, é verdade, veio da redução das receitas, mas até esse fator estava razoavelmente previsto para qualquer idiota que se propusesse a olhar o mercado do petróleo e a reorganização do setor...

Lembrem-se que há, inclusive, uma ação no stf que questiona a partilha dos royalties, que está parada, mas que desde então, assombra os chamados municípios produtores e limítrofes...

A total irresponsabilidade, anexada com incompetência em prover o município de fontes de arrecadação perenes (e não sazonais, como são as de natureza indenizatória -royalties, por exemplo) legou a cidade uma situação difícil...

E o como já escrevemos, o que era muito difícil, agora parece impossível...


A única diferença entre a incompetência dos garotinhos em relação aos pelinca boys é o apoio da mídia...o que antes era pecado, agora virou virtude...


Como se vê, (quase) tudo é questão de fé...e nas demais, compram-se indulgências...

Um comentário:

Anônimo disse...

Bom, é inegável o talento para politica do Garotinho desde jovem, coisa que o Rafael Diniz não tem, inclusive quando o Garotinho ganhou as eleições de 1988, ele era uma nova aposta na politica contra os coronéis como o prefake foi nas últimas eleições. No entanto com o passar dos anos o "Napoleão da Lapa" se tornou nisso que ele é hoje um político controverso com alto índice de rejeição.

Um abraço.